Quarta carta - Um bilhete


Bem-vindos ao blog e ao convite para ler as cartas de amor inspiradas nas histórias que ouço todos os dias em meus atendimentos astrológicos. Para quem quer saber mais sobre elas, veja a postagem da primeira carta no link: 
http://ferzanini.blogspot.com.br/2015/10/as-cartas-de-amor.html 


Quarta carta - 10/10/15

Inspirada na respiração leve.
  

Amor,

Hoje acordei com pressa de viver, te deixo um bilhete.
Estou tão apaixonada por mim que sou impelida a te trair comigo mesma. Vou me banhar no meu chuveiro-cachoeira, me perfumar, passar acetona na tatuagem com seu nome gravado em meu coração, e sair por aí com a alma nua, conversando com os loucos, os poetas e pagãos. Quando me cansar perguntarei aos pássaros onde encontro um balão, e voarei nele para novos mundos, me deixando ser mais boba do que nunca.
Lindo, hoje não precisa sentir minha falta, mas se acaso acontecer lembre que estarei cuidando de você lá do alto, como estrela em uma constelação.

Sempre sua, mas hoje mais minha,

Eu
 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

49º e Última Carta - Ser e deixar Ser