37º Carta - Brincar de Roda

Bem-vindos ao blog e ao convite para ler as cartas de amor inspiradas nas histórias que ouço todos os dias em meus atendimentos astrológicos, nos encontros da vida, e em minhas próprias experiências. Para quem quer saber mais sobre elas, veja o post da primeira carta no link:   

http://ferzanini.blogspot.com.br/2015/10/as-cartas-de-amor.html


 37º Carta - 18/11/15

Inspirada no poder da dança.

Amor, 


Quarta-feira é sinônimo de dança, de brincar de roda. Comecei a noite mirando os olhos daqueles que formavam o círculo, me colocando disponível, presente. Depois fechei os meus olhos, confiando na força de cada mão como guia, deixei meus pés seguirem passos comandados pela leveza que pedia para ser vivida em mim. Enquanto eu dançava sua imagem desfilava em minha frente, te vi forte enquanto poder da palavra, e te vi frágil enquanto dúvida. Não te julguei, não tentei te reter, não quis te seduzir, simplesmente admirei sua força e cuidei de sua fragilidade. A cada passo escolhia confiar em você, a cada respiração resolvia respeitar a maneira diferente do seu relógio marcar o tempo, a cada balançar de minha saia te curava, a cada toque dos meus pés no chão decidia seguir com você como estrela guia. A música ensinava, o corpo orava, e a alma cantava a história de todos os amores que mantiveram o mundo girando desde seu nascimento. Então... o silêncio chegou e nos devolveu aos nossos lugares, você em meu altar e eu no seu.
Sigo te cuidando.

Sempre sua,

Eu
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

49º e Última Carta - Ser e deixar Ser